Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Despertarosentir

Despertarosentir

Luz

28
Fev21

Destino


Isaurinda baltazar

O meu destino disse-me a chorar, pela estrada da vida, coisas não ditas.

E na solidão escuto cada palavra.

O meu destino já nem se lembra, em que tempo isso se passou.

Numa outra vida em que ri e cantei.

Um sonho onde trago, todos os lugares.

Um sonho onde trago, todos os sonhos e ilusões.

Um sonho que anda por todo o infinito.

O meu destino mexe nos meus sonhos, que gritam para agarrar que nem sei o quê e nem onde perdi.

Como porta aberta, num tempo novo.

Lembro-me deste tempo, onde abracei sonhos de olhos abertos.

O meu destino na estrada da vida.

Deu-me a mão e com a minha vida...

Fez de mim o que não soube, e o que podia fazer não fez.

9e78b694d4f5e484a82852ecbf1d169b.jpg

 

21
Fev21

Voz


Isaurinda baltazar

Há uma voz que chega devagar, guiada pelo vento.

Sussura ao ouvido, o que o coração quer ouvir.

A voz que chega devagar, conta os sonhos de uma vida.

Vida de esperanças, desejos e amor.

A gente sonha com esta voz, que não usa palavras.

E ficamos em silêncio deixando o coração entender tudo o que sente.

Esta voz que chega devagar, é a voz do amor universal.

É a voz da nossa vida.

 

17
Fev21

Esperança


Isaurinda baltazar

Vi nascer a esperança.

Num suspiro do universo, nasceu num lugar de sombras, desespero, gritos e choro.

Vi nascer a esperança, vestida com o véu do arco-íris.

Com uma coroa de amor e luz.

Trás nas mãos, a alegria, a paz e a saúde.

Vi nascer a esperança calçada de fé e força.

O seu manto deixa um rasto de luz.

Trás no coração, os abraços o amor supremo.

Vi nascer a esperança em cada olhar, cada palavra.

Vi nascer a esperança, num mundo cansado e ansioso.

Vi nascer a esperança no novo dia.

Um novo tempo.

Segura a sua mão, como a força da vida.

821fb20ab9505ee578304a9ee8ce7706.jpg

 

17
Fev21

Sombra


Isaurinda baltazar

0b0794c182f1b1cf4637c4fe485e0a0a.jpg

 

Passei pela sombra das coisas não feitas.

Palavras não ditas.

Passei por os meus segredos devagar.

Na sombra da vida, vi os meus sonhos.

Alguém mexeu nos meus sonhos, que gritam toda a madrugada.

E na sombra escuto lá longe a voz do coração.

Passo pela sombra, e no silêncio ouço as palavras não ditas.

Os sonhos onde abafo os gritos.

E na sombra encontrei-me e não me conheço.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub